Controle de caixa em tempos de crise

Recuperação Tributária para o Simples Nacional e Lucro Presumido
Recuperação Tributária para o Simples Nacional e Lucro Presumido
6 de maio de 2020
O papel do contador em meio a pandemia, como forma de manter a saúde das empresas
O papel do contador em meio a pandemia, como forma de manter a saúde das empresas
27 de maio de 2020
Controle de caixa em tempos de crise

O Controle de caixa é uma obrigação importante realizada pelo administrador, principalmente em momentos de inconstância econômica em nosso país. É necessário organizar onde serão utilizados os recursos financeiros da empresa e se esforçar para cortar custos, além de fiscalizar de perto as entradas e saídas de dinheiro, visto que essas condutas asseguram que a instituição se mantenha saudável financeiramente. 

O que é o fluxo de caixa?

Entende-se que o fluxo de caixa é uma ferramenta de gestão, que consente ao gestor averiguar as entradas e saídas atuais e futuras da organização. Mostrando dessa forma a conjuntura financeira do negócio e auxiliando o processo de tomada de decisão.

Com a efetivação do fluxo de caixa e apuração dos saldos futuros, o comando financeiro acontecem de maneira mais objetiva e prática. Dessa maneira o administrador tem ciência de quanto poderá ou não gastar, fundamentado nas receitas futuras consideradas nesse tipo de relatório.

Por que o fluxo de caixa é importante?

O fluxo de caixa é uma instrumento significativo não só para o controle e gestão financeira, mas também para futuras decisões. 

O fluxo de caixa atua como um esquema do cenário financeiro da empresa. As informações inclusas neste documento direcionam o empreendedor por meio da relação de despesas fixas e variáveis, pois mostra o prognóstico de entradas referente faturamentos e receitas da empresa. 

Com este esquema em mãos, o gestor da empresa pode então presumir o saldo final do exercício. Esses dados podem servir de instrução para diversas decisões e planejamentos da organização.

Como fazer e analisar o fluxo de caixa?

A caracterização do fluxo de caixa necessita de esforço e disposição dos administradores. Ainda que ele seja feito de forma automática, a partir de um Software ERP, sempre será necessário abastecer o sistema com referências reais e atualizadas. 

E, em especial, é indispensável engajamento e atenção caso você resolva criar e manter seu fluxo de caixa de forma manual. Responsabilidade para incrementar o documento diariamente, com a compensação de recebimentos e pagamentos. E concentração na maneira de atualizar de forma correta todos as informações, afirmando assim que a ferramenta demonstre a realidade financeira da empresa.

Os especialistas da Vial & Costa Contabilidade estão prontos para tirar todas as suas dúvidas em relação à Controle de caixa. Clique aqui e fale direto conosco.

WhatsApp Olá, tire suas dúvidas por aqui!